Memorização

Perda de Memória: 9 Maneiras Para Resolver o Problema

perda de memoria

A perda de memória pode ser acarretada por algumas doenças e fatores específicos, como uso de drogas, estresse ou até mesmo hereditariedade. Mas existem maneiras para resolver o problema. Vamos conferir algumas delas neste artigo.

como estudar melhorVocê já parou pra pensar na quantidade de informações que acumulamos ao longo de um dia? Agora imagina ao longo de anos, e de toda uma vida. Geralmente o problema da perda de memória vem conforme vamos envelhecendo, e ocorre principalmente com devido ao Alzheimer, doença sem cura e que afeta, somente no Brasil, cerca de 15 milhões de pessoas em idade acima dos 60 anos.

Mas e quando a perda de memória ocorre em pessoas jovens e sem aparentemente nenhum problema de saúde?

Tem gente que tem, por exemplo, dificuldade de se lembrar de nomes de pessoas que acaba de conhecer, ou não se recorda de acontecimentos do dia anterior, pelo menos não com detalhes de quem viveu algo tão próximo e com tempo muito recente.

Nossas memórias são armazenadas em local específicos do nosso cérebro, sendo que as memórias de longo prazo ficam armazenadas em determinado local, e as de curto prazo em outro.

De acordo com especialistas, muitas vezes temos dificuldades de memorizar coisas recentes simplesmente porque não temos uma atividade cerebral suficiente para sustentar essa memória.

Porém, tudo é  treino. Caso você esteja tendo perda de memória, saiba que existem maneiras para resolver o problema. Vamos ver a seguir.

 

1 – Invista na Ginástica Cerebral- Perda de Memória

Além de potencializar a nossa memória, os exercícios de ginástica cerebral ajuda no fortalecimento das conexões de nossos neurônios, mantendo assim nosso cérebro forte e ágil.

Existem diversos exercícios que você pode fazer, sendo que um deles é ler muito e realizar testes de raciocínio lógico.

 

2 – Tenha um hobby – Perda de Memória

O melhor caminho para evitarmos a perda de memória é realizar atividades prazerosas e que estimulem nossa mente. Por isso, ter um horário reservado para se dedicar a um hobby é mais uma alternativa para resolver o problema da perda de memoria.

 

3 – Ouça música – Perda de Memória

A música, além de ter a capacidade de regular os níveis de estresse, são excelentes para a nossa saúde emocional e mental. Escolas e especialistas em ginástica cerebral indicam sempre que seus alunos ouçam música para fortalecer a memória.

 

4 – Jogos em geral – Perda de Memória

Dominó, xadrez, cartas, videogame, sudoku, palavras cruzadas… Escolha já algum desses jogos e reserve um tempo para se dedicar, sempre de forma leve, com o intuito de relaxar e resolver o problema da perda de memória.

 

5 – Tenha uma atividade física – Perda de Memória

Além de ajudar no emagrecimento e na saúde como um todo, os exercícios físicos também são excelentes para a nossa memória. Já foi inclusive comprovado que atletas e pessoas que praticam uma atividade física frequente tem menor chance de desenvolverem problemas de perda de memória.

Por isso, comece já uma atividade física, nem que seja uma caminhada de 40 minutos pelo seu bairro. Só não vale esquecer de levar junto sua playlist favorita para ouvir também uma musiquinha.

 

6 – Mantenha o bum humor – Perda de Memória

Outro fator que muitos acabam não levando em consideração quando o assunto é perda de memória se refere ao bom humor. Você anda cabisbaixo ou se sente depressivo? Isso certamente está atrapalhando o bom funcionamento da sua memória. Isso mesmo!

Quando nos sentimos tristes, estressados ou desmotivados, a nossa capacidade de atenção diminui consideravelmente, impedindo assim que a gente memorize coisas importantes.

Notou que anda mal humorado ou depressivo? Mude já isso, e procure ajuda terapêutica se considerar que não consegue sair deste estado sozinho.

 

7 – Se alimente corretamente – Perda de Memória

Como anda a sua alimentação? Muito fast food, comidas industrializadas e bebidas alcoólicas? Chegou a hora de rever seu estilo de vida para poder fortalecer e acabar com o problema da perda da memória.

Alguns alimentos são ricos e ajudam a fortalecer a nossa memória, como é o caso dos peixes, que são ricos em ômega 3. Atum, salmão, sardinha e truta são peixes saudáveis e que inclusive são geralmente indicados para pacientes que sofrem de Alzheimer. Apesar da doença não ter cura, é sempre importante trabalhar na prevenção. Sobre alimentação para a memória leia este outro artigo

Outra boa pedida são as frutas e vegetais que são alimentos antioxidantes e que ajudam a preservar as células cerebrais.

E agora uma dica para quem adora apreciar um bom vinho. Isso mesmo. Uma taça por dia da bebida ajuda a potencializar a memória, uma vez que o vinho contém antioxidantes e resveratrol, que ajuda na proteção dos vasos sanguíneos.

 

8. Manter o cérebro ativo – Perda de Memória

Nossa memória pode ser estimulada através do treino, e as ginásticas cerebrais têm como foco desenvolver atividades que estimulem a nossa memória, melhorando-a cada vez mais com a prática.

Por isso, quando realizamos exercícios específicos podemos compensar a falta de desafios que a nossa sociedade moderna acaba fazendo em relação a nossa memória.

A ginástica cerebral pode ser qualquer atividade que você pode executar em seu dia a dia e que deixa o seu cérebro funcionando de forma eficaz. Uma dica, por exemplo, é tentar não fazer a lista de compras quando for ao mercado, mas sim tentar decorá-la através do exercício.

 

9. Acumule conhecimento – Perda de Memória

Esse é mais um ponto importante na hora de resolver o problema da perda de memória. Nada de ficar no sofá depois do trabalho. Que tal investir em um novo curso e aprimorar seus conhecimentos?

A nossa memória precisa ser utilizada e não pode parar nunca, porque é isso que vai fazer com que lá na frente ela falhe. Nós perdemos a memória quando deixamos de utilizar determinadas áreas de nosso cérebro, por isso, o melhor caminho é agir sempre.

Tem vontade de aprender um novo instrumento? Faça! São atividades do tipo que irão ajudar no fortalecimento da nossa memória, além da potencializar nossa saúde mental de forma geral.

Entenda que nosso cérebro é uma máquina muito potente, mas que precisa ser estimulado o tempo todo para não falhar!

Por favor, curte ai!

Sobre o autor | Website

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Gostou do Blog? Então compartilha com seus amigos!